Contra Jair Bolsonaro, manifestantes “fora Dilma” já fala até em Lula

Em rodas de conversas, manifestantes que saíram as ruas defendendo o afastamento da presidente eleita Dilma Rousseff já dizem que se o segundo turno da eleição presidencial for entre o deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) e o o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preferem este último.

Avaliam que a eleição de Bolsonaro causaria um susto na economia e uma das reações seria a disparada do dólar. As projeções são de que a cotação da moeda norte-americana poderia ficar entre R$ 5 e R$ 6.

O temor desses ex-manifestantes é que Bolsonaro deve levar vantagem na disputa se a abstenção for muito alta, uma vez que as pesquisas mostram que o ex-militar já tem 15% do eleitorado.