Depois de ser expulsa do PMDB, intenções de votos de Kátia Abreu ao governo do Tocantins disparam

O PMDB decidiu expulsar a senadora Kátia Abreu (TO) do partido devido as criticas feitas por ela à sigla e ao governo do presidente Michel Temer. A senadora ainda pode recorrer à direção da legenda e pedir a suspensão do processo.

Depois da decisão do partido, as intenções de votos de Kátia ao governo do Tocantins dispararam e a pré-candidata deve ganha no primeiro turno.

O conselho de ética do PMDB se reuniu nesta quinta-feira (23) e aprovou, por unanimidade, o cancelamento da filiação de Kátia Abreu ao partido. O processo no conselho foi encerrado e caberá à senadora decidir se apela à Executiva Nacional da sigla.