Lula teria recebido US$ 1 milhão de Josef Stalin em 1953, diz revista Veja

A proposta de delação premiada do ex-ministro dos governos Lula e Dilma Rousseff, Antonio Palocci, terá implicações sobre o ex-presidente petista que lidera as pesquisas de intenção de voto para a eleição de 2018, segundo a revista Veja.

De acordo com a publicação, Palocci afirmou que, em 1953, o líder da União Soviética Josef Stalin enviou secretamente ao Brasil US$ 1 milhão para Lula.

Na época, Lula só tinha 8 anos mas segundo a revista Veja, já acumulava recursos para comprar sindicalistas e chegar ao poder.

Palocci tem demonstrado nos últimos meses intenção de delatar Lula. Em setembro, em depoimento ao juiz Sérgio Moro, o ex-ministro citou um “pacto de sangue” entre o empresário Emílio Odebrecht e o ex-presidente, que teria envolvido um “pacote de propinas” ao petista no final de seu mandato no Palácio do Planalto, em 2010. no final daquele mês, Palocci entregou carta de desfiliação ao PT citando sete casos investigados pela Operação Lava Jato que incriminam os ex-presidentes Lula e Dilma.