Temer se desespera ao saber que a China tem pena de morte para político ladrão

A caminho para a China, o presidente Michel Temer se desesperou ao ser informado por assessores que o país comunista tem pena de morte para político ladrão.

Temer teria feito uma reunião de emergência a bordo do Avião Presidencial e chegou a cogitar a volta ao Brasil, mas foi orientado a manter a rota, par não criar mais constrangimentos ainda. “Seja o que Deus quiser”, disse um assessor.

Um ministro a bordo, lembrou: “os chineses são ateus”.