Burger King faz campanha pela diversidade e é defendido e atacado nas redes sociais

Campanha “Como explicar?”, voltada à promoção da diversidade, traz o olhar das crianças em relação à comunidade LGBTQIA+.

Uma campanha da rede de fast food Burger King virou alvo de ataques nas redes sociais – e foi parar nos trending topics do Twitter nesta sexta-feira (25).

A campanha “Como explicar?”, voltada à promoção da diversidade, traz o olhar das crianças em relação à comunidade LGBTQIA+. Em co-criação com especialistas em psicologia e diversidade, mostra a perspectiva infantil quanto ao amor e ao respeito.

No vídeo que vem sendo criticado, o mote é a pergunta “Nossa, como eu vou explicar a sigla LGBTQIA+ para as crianças?”. Crianças e jovens são convidados a darem sua opinião sobre o tema.

“Ao longo de todo o filme, os protagonistas da campanha compartilham a sua visão real sobre a diversidade, sempre acompanhados por seus responsáveis. As perguntas foram feitas por profissionais e as respostas são completamente espontâneas, por meio de uma gravação sem roteiro”, afirma Juliana Cury, diretora da marca no Brasil.

“A companhia convida todas as pessoas a repensarem a forma como a diversidade é abordada dentro da sociedade, afinal, se as crianças conseguem explicar esse assunto de forma tão simples e empática, os adultos também conseguem. Além disso, a ótica infantil permite o vislumbre de um futuro melhor, mais tolerante e plural, tendo o respeito como premissa básica”, diz o Burger King em nota.

Críticas

 

A peça, no entanto, não agradou a uma parcela do público. Na manhã desta sexta, as hashtags ‘burgerkinglixo’ e ‘burgerkingnuncamais’ estavam entre as mais comentadas do Twitter. Consumidores se posicionavam contra a marca e faziam campanha contra o consumo dos produtos.

Procurado pelo G1, o Burger King afirmou acreditar no respeito “como princípio básico de todas as relações humanas e não toleramos o preconceito. Aqui, todas as pessoas são bem-vindas”.

“O Burger King reforça seu compromisso de contribuir na construção de uma sociedade cada vez mais plural e com o respeito como princípio básico”.

Doação e cartilha

 

Além da campanha, o Burger King também anunciou que fará uma doação à ONG Mães Pela Diversidade. Junto com a entidade, a rede de fast food vai lançar também uma cartilha com dicas e instruções para as pessoas que desejarem conhecer mais e se aprofundar na temática.

“Essa cartilha contém a informação necessária para desconstruir o preconceito e para que cada vez menos as famílias sofram o efeito da LGBTfobia”, reforça Maju Giorgi, Idealizadora e coordenadora nacional da ONG Mães pela Diversidade.

Deixe uma resposta